O Sporting começa a ser visto pela Europa fora como um clube anti-sistema, no que de mau o sistema tem. Levanta ondas sobre fundos, tecnologias ligadas a arbitragem e diversos conluios. Os poderosos da UEFA não gostam, nunca vão gostar, de quem os ousa enfrentar.

Hoje temos mais uma prova disso. Na passada eliminatória do playoff da Liga dos Campeões João Mário fez uma falta cirúrgica e foi expulso. Muitos acharam a expulsão exagerada, visto ter sido ainda no meio campo adversário e sem envolver violência. Eu achei-a justa.

Não há intenção de jogar a bola por parte do atleta do Sporting. As regras mandam expulsar neste caso, e o árbitro cumpriu-as à risca, ao contrário de outros lances no jogo. Esperei que depois disto João Mário fosse condenado a 1 jogo de suspensão por não haver violência. Ou mesmo dois por ter sido vermelho directo, sendo já assim um caso de rigor extremo.

O que faz a UEFA, brinda o jogador, e o Sporting indirectamente, com três jogos de castigo. Isto para quem vê como são tratadas muitas entradas que colocam em risco a carreira, e até a vida, de alguns jogadores não pode deixar de parecer uma piada de mau gosto.

Mas ao menos fica ainda mais claro como seremos tratados pelos senhores da UEFA.

Deixar uma resposta