Celebra hoje quarenta e seis anos Jorge Cadete. Sei que para muitos Sportinguistas não seja um nome consensual. Mas foi um dos primeiros grandes ídolos que tive no Sporting.

Talvez o último verdadeiro Ponta de Lança a sair da nossa formação esteve mais de dez anos ligado ao clube. Chegando mesmo a envergar a braçadeira de capitão.

Era um avançado rápido, felino e dotado tecnicamente. Juntando a isto sentido de baliza e remate fácil foi somando golos e golos em Alvalade atingindo 168 em jogos oficiais de leão ao peito.

Escorraçado de Alvalade por Carlos Queirós viria ainda a ter outro ponto alto na carreira. Entre 1995 e 1997 ao serviço Celtic de Glasgow esteve em grande, sendo que na época de 1996-97 foi mesmo o melhor marcador do campeonato. Algo que também já tinha feito em Alvalade em 1992-93. Enquanto envergou belas camisolas com riscas verdes e brancas foi um grande jogador.

O resto da carreira foi mediocre. Entre más opções de clubes, e problemas fisicos nunca conseguiu exibir o mesmo nível de Sporting e Celtic.

Não posso no entanto deixar de me lembrar deste jogador que na minha juventude tanto me fez sonhar, e que sempre falou bem do Sporting e se assumiu como Sportinguista.

Parabéns Jorge Cadete!

3 COMENTÁRIOS

  1. Meteu se num negócio que saiu furado, ficou na penúria e agora ganha a vida como pode. Tal como o próprio afirmou, “…fiz um contrato de um ano no benfica e fechei todas as portas em Alvalade… ”
    O Futre também jogou no galinheiro, marcou ao Sporting e depois disso o nome dele até já esteve em listas para direção no Sporting. Lembram se do charters carregados de chineses para vir a Alvalade ver a bola :-))))
    Em suma, ao Cadete faltou alguma sorte, mas merecia e merece mais reconhecimento.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.