Jonas no jogo contra o Paços de Ferreira simulou de forma evidente falta inexistente que conduziu à marcação de pontapé da marca de grande penalidade a favor da sua equipa e de modo a causar benefício para esta na atribuição final dos pontos em disputa. Facto.

Vamos ler o artigo 154 do Regulamento da Liga de Clubes, para este ano. Os sublinhados são meus, mas como é óbvio tudo pode ser encontrado no regulamento da liga de clubes aqui.

Regulamento da Liga que Jonas infrigiu

Ora, o que diz aqui é que Jonas deverá ser punido no mínimo em 1 jogo. Como por acaso até é reincidente deveria ser mais, mas vamos deixar essa parte em paz.

Jonas seria ou primeiro caso, ou há Jurisprudência?

Jurisprudência é o termo técnico que é usado para decidir inúmeros casos em tribunal. Significa que para determinada lei, caso no passado se tenha tomado uma decisão, se deve tomar a mesma decisão.

Vamos ver então o video de Jonas.

E agora relembrar um caso de 2009, citando aqui o Diário de Notícias:

O castigo aplicado ontem pela Comissão Disciplinar (CD) surge na sequência do inquérito instaurado por aquele órgão e durante o qual foi ouvido o árbitro Pedro Proença. O juiz lisboeta […] reconheceu a inexistência de qualquer falta no lance em que assinalou a penalidade sobre Lisandro, tendo por isso a CD acusado e punido o atleta por “prática de comportamentos graves”. O artigo do regulamento que suporta o castigo, é Junho de 2007 […].

No documento de sete páginas, a CD faz uma descrição exaustiva do lance e chega à conclusão que a mão de Yebda não podia derrubar Lisandro e que a forma como este caiu – “para a frente e de corpo direito” – é a prova de que tentou enganar Proença.

DN

Ou seja, Lisandro Lopez simulou um Penalti, e por isso foi suspenso. Jurisprudência dizemos nós.

E o que tinha a dizer o director geral do Benfica (Rui Costa) na altura sobre este caso?

«Se o castigo foi aplicado, é porque faz parte dos regulamentos da Liga de Clubes», disse Rui Costa, referindo-se ao jogo de suspensãoaplicado pela Comissão Disciplinar da Liga ao avançado portista, na sequência da polémica grande penalidade no FC Porto-Benfica (1-1). Numa altura em que o Benfica vencia, o árbitro lisboeta Pedro Proençaassinalou grande penalidade, por considerar que o francês Yebda, que havia marcado o golo do Benfica, cometeu falta sobre Lisandro.

Rui Costa para a Lusa

Se até Rui Costa concorda, e concorda. Se existe Jurisprudência, que existe. Só se não houver justiça é que Jonas não será punido…

PARTILHA E DE NUNCIA

Obrigado @captomente pelo aviso da existência desta jurisprudência.

7 COMENTÁRIOS

  1. Epa estou cada vez mais perto de cancelar a subscrição deste blog.
    Todas as semanas vejo inúmeros textos de lamúrias e choro e que mais. E o Jonas isto e o Samaris aquilo e o que mais.
    Parece aqueles lampiões que eu digo que na realidade amam o Sporting, porque só conseguem falar disso. Escrutinam detalhadamente todos os lances.
    Epa, santa paciência.
    Essa merda era mais que penalty dado que os jogadores NÃO INTERCEPTAM NEM CONTACTAM com a bola e fecham a passagem ao adversário. O problema de gajos atrás do computador que nunca deram um pontapé na vida numa bola é que acham que lá por o gajo ter saltado teria que aterrar e dar seguimento a jogada. Não funciona assim. Basta o mínimo toque para um gajo aterrar todo torto.

    Sou do Sporting. Tenho Sporting tatuado no meu corpo. À mais de 15 anos que vou a todos os jogos do Sporting, não é só quando vem o Jesus ou quando eles ganham. E acima de tudo preocupa-me a nós, não os outros.
    Porque dessa mediocridade de ANTIS já o mundo está cheio, e um blog de Sporting que só fala deste nojo já enjoa.
    SL

    • Antes de mais maverickws por nos seguires há mais de um ano.

      Quanto ao medir Sportinguismo em anos de ir ao estádio, tatuagens ou actividades desportivas, é algo que acho pouco relevante. A primeira vez que fui ao estádio ainda era o Bigodes o Presidente, e fui ao estádio em todas as direcções seguintes. Umas mais que outras, mas devo contar pelos dedos das mãos os jogos que falhei em casa nos últimos 4-5 anos. Fora tenho pena, mas a vida neste momento não me permite ir a tantos como gostaria.

      Quanto ao Penalty. Todos os árbitros contactados pela imprensa disseram que era simulação. Na transmissão inglesa, ouves o comentador a achar uma simulação escandalosa. Desculpa, mas também o acho como tal. Se tens outra opinião, respeito-a, mas discordo dela veementemente.

      Depois dizes isto

      Parece aqueles lampiões que eu digo que na realidade amam o Sporting, porque só conseguem falar disso. Escrutinam detalhadamente todos os lances.
      Epa, santa paciência.

      Sou sincero. Não gosto de o fazer, mas sinto-me compelido para tal. Se vires é uma reacção ao que andam a fazer todos os dias. E peço desculpa, mas sempre me ensinaram que um Leão não é manso. Quando o atacam responde. E isso foi aquilo que mais se perdeu nas direcções depois do Dias Ferreira. Passamos a aceitar que nos atacassem sem ripostar.

      Eu riposto, e não sou o único. Pela página do Facebook e email todos os dias recebo mais denuncias e casos. E exponho parte deles, os mais relevantes, porque não quero inundar isto. Porque o que gosto realmente é de falar de futebol. São os textos a discutir táctica, jogadores, lances ofensivos e defensivos que me apaixonam.

      O gozo maior que me dá é escrever um texto sobre o que acho de um jogador, e passados uns meses se revelar acertado. Seja por maus motivos como no caso de Téo ou por bons, como no caso de Marvin.

      Mas estamos em guerra, e este tipo de textos vai ter de continuar a ser feito. Gostaria de te manter como leitor, se gostares do que formos escrevendo. Mas se optares de outra forma, terei de respeitar a tua decisão. Mas a linha editorial do Sporting Com Filtro neste momento não mudará.

  2. olha tens aqui uma imagem menos desfocada,

    https://2.bp.blogspot.com/-CczNXiMQm5U/VskDn3h9ErI/AAAAAAAAC1E/4oDVwH9Howg/s1600/gGo9xW.gif

    talvez assim e de acordo com “a linha editorial” que não mudará possas alterar a tua análise. Quanto à opinião dos afamados “árbitros da imprensa” são os mesmos que no lance do Arouca dizem que não há penalti pois era “demasiado penalizador para um jogador em queda ainda ser penalizado com um penalti” opiniões por encomenda não faltam neste mundo.

    (já agora aproveito para referir que no lance contra o Arouca o jogador do Sporting dá impulsão logo não é uma simples queda, mas mesmo que fosse é falta pois impede a continuidade do lance).

    Mais ainda, eu sei que para muitos aqui é dificil analisar um lance tendo em conta que nunca jogaram futebol, e ou, se jogaram nunca tiveram um lance corrido ou nem conseguem saltar graças à barriga, mas pronto, fica aqui uma dica, como especilista em biomecânica (já vistes que sorte nem precisas de pagar para ter uma opinião de um especialista) na tua desfocada imagem (presumo que não foi obra do acaso) podes ver que no momento em que o jogador do SLB está completamente no ar o tronco inclina-se para a frente e os pés ficam retidos ora a não ser que ele seja um sobrehumano (ups se calhar até é) não consegue simular tal movimento, mais acrescento, provavelmente ele até poderia ter continuado o lance sem cair, mas aí seria outra história, pois ele iria perder (e vou usar mal este termo) “velocidade” o que faria com que não mantivesse a posse de bola, e como tal no quadro da legislação de futebol e até pela lógica, era falta na mesma.

    ora, esclarecido este ponto incial passo ao próxim, quer queiras ou não ver a existência de penalidade ou como se diz giria “o toque ser suficiente”, o que não podes deixar de ver é o toque no pé e como tal, essa linda história de suspensão nem é preciso discutir, ah e claro, não tem comparação com a do Lisandro, mas isso estou certo que não preciso de te relembrar.

    Por último o lindo argumento do jogo visto na “transmissão inglesa” por acaso já ouvi esse argumento a ser usado falsamente como presumo que seja o caso aqui, mas assumindo inocência em toda a gente não será esse um comentador de nacionalidade portuguesa…e mais não digo.

    Cumprimentos

Deixar uma resposta