Muito tenho lido da nossa prestação no jogo da Taça de Portugal frente ao Oleiros.

Referencias à prestação de Gelson Dala, que até considero positiva, a quem faltou o golo.

Algumas referências aos dois bons golos de Palhinha. Sendo um deles então de uma qualidade técnica que poucos acreditavam que ele tivesse.

Menos referências do que merecia teve Daniel Podence. Três assistências e um grande jogo. Mas ele tem o maior elogio que pode querer neste momento na carreira: a plena confiança de Jorge Jesus na sua qualidade.

Muitas referências ao Rafael Leão, entrar tão novo e marcar tem esse condão. Mas o talento já era conhecido, mas penso que não será ainda para este ano.

E Mattheus Oliveira?

Desde que chegou ao Sporting Mattheus Oliveira virou patinho feio. O epiteto Filho de Bebeto usado mais como forma pejorativa do que outra coisa.

Ontem jogou, marcou um golo, e analisando bem a partida temos de admitir que fez um bom jogo. E mais, sou sincero, depois desta partida penso que se tiver em algum jogo da liga actuar na posição oito não fico nada receoso.

Talvez não tenha ainda qualidade para jogar a titular num Sporting num jogo de Liga dos Campeões. Nem sei se algum dia terá. Mas tem algum talento, muito querer, e personalidade.

E claro, é nosso jogador e como isso terá de ser muito mais apoiado pelos Sportinguistas do que tem sido.

3 COMENTÁRIOS

  1. Matheus Oliveira, por enquanto é uma grande incógnita, tem bons pés mas não parece um jogador capaz de fazer a diferença. Espero estar enganado
    O Iuri Medeiros é um excelente jogador mas dá ideia que precisa de mais tempo para ganhar confiança.
    Quem me parece que não vai lá é Alan Ruiz… infelizmente.

Deixar uma resposta