Hadi Sacko assinou hoje com o Sporting Clube de Portugal. Contratado ao Bordéus por cerca de dois milhões de euros fica ligado ao Sporting por seis anos. E uma cláusula de rescisão de 60 Milhões de Euros. Mas precisaria o Sporting deste avançado?

Quem é Hadi Sacko?

Hadi Sacko é um avançado rápido e com elevado poder de explosão, como vem sendo tradição francesa. Usando a potência física e uma grande facilidade de remate chegou à selecção francesa de sub 20 e disputou como titular o torneio de Toulon.

Como se compara Hadi Sacko com os outros avançados do Sporting?

Slimani é um avançado fisicamente possante e que usa a sua força física e resistência para importunar as defesas. O clássico homem de área muito útil tanto para fixar centrais adversários como para demolir defesas mais fechadas.

Montero e Tanaka, muito parecidos entre si, são jogadores de um recorte técnico mais fino. Usam a sua técnica para aparecerem em zonas mais recuadas de construção dando mais apoio ao meio campo. Com um avançado destes a posse de bola é privilegiada e consegue manter-se mais tempo esta no ataque. Além disso ambos têm também uma boa meia distância.

Hadi Sacko é muito diferente dos três nestes aspecto. Sendo um avançado poderoso fisicamente não é tão forte como Slimani, nem tão propenso ao contacto. Tem na explosão e velocidade a arma.

Jogando também de forma mais solta, como Montero e Tanaka, não é um jogador dado a muita troca e posse de bola. Prefere procurar um espaço e sair para ele, com ou sem bola, antecipando-se à defesa e tentando finalizar.

Para que jogos serve este tipo de jogador?

Na táctica clássica do futebol este tipo de avançados é usado numa de duas situações. A primeira é como um avançado rápido, junto com dois extremos rápidos como Carrillo e Nani, como um triângulo ofensivo que irá receber lançamentos longos. Nestes casos o resto da equipa tende a ser muito fechada e defensiva. Ou seja para nós uma táctica contra ofensiva que poderá ser usada em alguns jogos na Europa.

A outra situação, e se calhar mais útil no curto prazo do Sporting, é como complemento a um jogador de contacto. Neste caso, por exemplo com Slimani, seria uma dupla na frente de um 4-4-2 em que o Slimani receberia passes pelo ar e seguraria centrais. O jogador mais rápido ficaria nas suas costas saindo em velocidade e aproveitando os espaço.

Também pode funcionar esta táctica com jogadores como Tanaka e Montero. Liédson foi muitas vezes esse pivot com Douala e Deivid a surgirem como espero que Hadi Sacko possa aparecer.

Conclusão

É um estilo de jogador que já não tínhamos à muitos anos, talvez o último que me lembro destas características tenha sido Deivid. Também não conheço nenhum jogador da equipa B com tais características. Como tal, sendo um jogador jovem e com larga margem de progressão, parece-me uma boa compra. Claro que terá é de saber que vem para jogar apenas pontualmente, e preparado para cumprir muitos jogos na equipa B até ganhar mais espaço.

Deixar uma resposta