Qual o limite de contorcionismo a que um jornalista de uma estação que lucra milhões com o negócio feito com o Benfica consegue fazer para evitar expor o nome do Benfica, e de quem o auxilia?

Na Sport TV tiveram de dar a notícia sobre o esquema de envio de documentos confidênciais da Federação Portuguesa de Futebol. Neste esquema Horácio Piriquito, do Conselho Fiscal da FPF, enviava ao funcionário do Grupo Benfica, Pedro Guerra, documentos confidênciais (podem ler mais sobre o caso aqui).

Acham que o jornalista consegue fazer uma noticia sobre este caso ao mesmo tempo nunca referindo a palavra Benfica, ou os nomes de Pedro Guerra ou Horácio Periquito? Vejam por vocês mesmos.

Incrível mas verdade.

2 COMENTÁRIOS

Deixar uma resposta