Foi o centro da polémica na passada quarta feira, e agora concedeu uma entrevista em exclusivo ao Sporting Com Filtro. Apresentamos aqui o Microfone da CM TV!

A Entrevista

Sporting Com Filtro – Bom dia caro Microfone, e obrigado nos ter cedido esta entrevista na sua casa na Baixa da Banheira. Especialmente porque segundo o próprio Correio da Manhã TV o Microfone ainda estaria no fundo do lago.

Microfone CM TV – Bom dia, e obrigado eu pela oportunidade de falar. Sim, acabei por ter de sair sozinho a nado do outro lado do lago. Sabe como é a prática comum do CM… Pode estar a haver um acidente grave e ainda se puder salvar alguém. Mas o importante é criar a notícia.

SCF – Penso que se enganou. Disse criar a notícia, devia ter dito transmitir.

Mic. – Não, disse bem. Sabe que nós no CM temos por hábito criar mais do que transmitir. Assim conseguimos coisas mais criativas. A criatividade é algo muito apreciado ali. Lembra-se da pizza do Sócrates? Fui eu e um estagiário!

SCF – Ok, mas certamente algumas das notícias que dão são reais.

Mic. – Se forem polémicas o suficiente sim. Mas mesmo nessas sempre dá para apimentar um pouco. Lembram-se quando perguntámos à Bárbara Guimarães ao pé dos filhos se ela tinha sido violada pelo padrasto? Momento CM puro!

SCF – Bem, mas voltemos ao assunto do momento. Cristiano Ronaldo tirou-o das mãos de um jornalista da CM TV e atirou-o para o lago. Sente-se magoado com o jogador?

Mic. – Nada disso. Agora chama-o o meu libertador. Meta-se no meu lugar. Estava preso à CM TV. Todos os dias a ter de estar a fazer aquele trabalho sujo. Ainda me lembro de quando fui entrevistar a filha do Eusébio. Fiquei bêbado só com o bafo… Na quarta feira chegou o Ronaldo. E tirou-me do meio da tirania e da devassidão onde eu vivia. Sou um microfone feliz!

SCF – E não vai ter saudades de nada?

Mic. – Claro que vou! Olhe, por exemplo do bom marisco. Nestes últimos dois anos a malta com quem andava volta e meia recebia uns vouchers para o Museu da Cerveja. Que qualidade! A única coisa má que isso tinha é que era um pouco mal frequentado. Havia por lá muitos árbitros.

Se um Microfone falasse… aposto que não fugiria muito a isto…

Deixar uma resposta