Não tenho dúvidas sobre qual a linha editorial do Grupo Cofina, especialmente via Record e Correio da Manhã. A sua intenção plena de glorificar tudo o que se faça por Carnide. E claro, a sua cruzada para menorizar tudo aquilo que o Sporting, ou quem a ele está ligado, faça de bem.

Hoje tivemos mais uma prova disto, e daquelas bem claras.

Recuemos então até dia 6 de Abril deste ano. Jorge Jesus era o treinador do Benfica. Adorado pela imprensa. Um autêntico milagre do futebol Português. Notemos esta reportagem de destaque do Record.

jj1

Jesus é descrito como um treinador que descobre maravilhas em jogadores vulgares. E claro, em jovens brasileiros com potencial, como Rodrigo, David Luiz ou Ramires, isto é ainda mais óbvio. É um treinador que descobre e potência jogadores, com enfase no mercado sul-americano, e que com eles produz milhões.

Ou seja, um génio da gestão e potenciamento desportivo.

No entanto três meses depois Jorge Jesus é o treinador do seu clube do coração. O Sporting Clube de Portugal. E eis que surge esta reportagem do mesmo jornal Record.

jj2

Notam diferença? Afinal o mestre que viajava até ao Brasil para por baixo de cada pedra descobrir ouro é afinal um incompetente esbanjador, que vivia da estrutura, e que só escolhia jogadores caros e que nunca rendiam.

Ainda me querem dizer que a linha editorial pró-Benfica e anti-Sporting não existe?

Agradecimento especial à brilhante página de Facebook O Milhafre Orlando que foi quem me alertou para mais este caso. Se ainda não fizeram lá um like, façam-no! E claro, se ainda não o fizeram no Sporting Com Filtro no Facebook, estão convidados a fazê-lo também!

1 COMENTÁRIO

  1. Ah pois é…ele tambem faz merda, e agora para os lados de carnide a merda vai ser maior…veremos se aguenta até ao Natal. …se nao consegue o apuramento para a champions. ..ja foste com os milhoes! Sorte …muita sorte…para o lado da luz…claro

Deixar uma resposta