Desde que assumiu a presidência do Sporting Bruno de Carvalho tomou a atitude de assistir aos jogos no banco de suplentes. Muitos viram isto como forma de procura de protagonismo. De pressão aos árbitros. De pressão à equipa técnica. E mesmo de pressão aos jogadores.

Eu acredito mais noutra teoria, que é uma forma de mostrar uma ruptura com o passado. Onde presidentes mal se viam com a equipa, e pareciam alheado de tudo aquilo que pudesse parecer populista, ou popularucho.

A imprensa, sempre nossa amiga, desde então que faz criticas veladas a este facto. Coisa que me faz gostar ainda mais dessa presença.

Ontem no entanto ao intervalo Bruno de Carvalho não este no banco durante toda a segunda parte. Não por ter sido expulso, como o jornalista da Sporttv de voz alegre sugeriu, pelo árbitro. Nem por nenhuma imposição externa. Mas sim para se solidariezar com a expulsão de Jorge Jesus. Expulsão esta na sequencia de protestos após um roubo incrível que todos presenciamos.

11902444_10152999019096555_8368389417548140129_n

Gostei muito da atitude, e sinceramente ao ver na televisão transpareceu-me alguma cumplicidade entre estes dois Leões!

Deixar uma resposta