Hoje é o último dia de mercado de transferências, tirando Inglaterra, e como tal muito pode acontecer. Segundo a tradição será um dia de compras, vendas, empréstimos e muita especulação. Mas o que faz ainda falta ao Sporting? O que ainda deve ser resolvido?

Na minha opinião temos cinco pontos muito relevantes, e que passo a enumerar.

Valentin Viola

Um jogador interessante, segundo avançado ou extremo, que teria lugar no sistema de Jorge Jesus. Não impressionou na pré-temporada, ou impressionou negativamente, e perdeu o lugar no plantel. Como já é a terceira vez que isto lhe acontece penso que o seu tempo no Sporting chegou ao fim. O ideal era vender para um clube na Europa, ficando com uma percentagem generosa do passe caso o valor seja baixo. Mas o mais provável é um empréstimo. E mercado decente para ele é na América do Sul, coisa que não o valorizará muito para o Sporting.

André Martins

Contrato termina em breve e não parece enquadrado para a titularidade nunca na sua vida no Sporting. Ainda para cima tem um salário elevado para a qualidade que demonstra. Muito se fala na possível ida para o Belenenses, em moldes semelhantes aos de Betinho. Mas um clube do meio da tabela de Espanha ou França podem surgir. Ou mesmo um Guimarães ou Braga. De qualquer forma nunca se fará muito dinheiro com ele.

Zakaria Labyad

Se há jogador que não espelha o valor do seu contrato no futebol que consegue é o médio Marroquino. Falou-se que Jorge Jesus queria-o lapidar e tornar num futebolista de eleição, mas depois de ver o seu rendimento nos treinos não ficou convencido. Poderá ser um caso mais de falta de vontade do jogador que de talento, mas ao fim de contas deverá ser transferido. Idealmente de forma definitiva e com algum lucro imediato mais uma percentagem de valores futuros.

Wilson Eduardo

Jogador interessante, bom profissional, da nossa cantera e de ordenado justificável. Com isto parecia ser uma hipótese para ficar, mas na realidade já se viu que nunca será um titular no Sporting. Até porque jogadores mais jovens e com talento para serem foras de série despontam na sua posição no Sporting. Por tudo o que fez por nós, e pelo excelente profissional que sempre mostrou ser, devia-se tentar arranjar uma excelente colocação para o jogador. E se der para fazer algum dinheiro, e assegurar direitos futuros, melhor ainda.

Andrés Carrillo

O internacional Peruano é um dos nossos melhores jogadores. É um facto. Tal como é um facto que o seu contrato termina em 2016, podendo comprometer-se livremente por outro clube a partir de Janeiro. É imperativo assegurar a renovação hoje, ou caso não seja possível vender o seu passe de modo a ganhar algum dinheiro com ele. Isso e impedir que reforce um rival a custo zero. Caso aconteça a saída, será importante encontrar no mercado um Extremo veloz e que entre no onze. É sem dúvida o dossier mais relevante e complicado.

Deixar uma resposta