Capas com Filtro

A Bola


Hoje tivemos direito a dose dupla n’A Bola. Duas pequenas notícias, mas com grande significado ambas.

Na primeira o discurso do Presidente ontem. Vincando mais uma vez que o Sporting coitadinho é coisa do passado, e que foi apenas um interregno de curta duração na nossa garbosa história.

Na outra nota Dias Ferreira tem direito a uma chamada de capa a um artigo de opinião seu. Onde assume aquilo que toda a gente que acompanhe com olhos de ver o futebol português se apercebeu. Jorge Jesus deu uma enorme consistência ao futebol do Sporting. Especialmente depois de uma época com Marco Silva em que a unica consistência era andar com o coração nas mãos em todos os jogos…

Record

O Record faz destaque de capa principal com o Sporting em Islam Slimani. E desta feita com uma notícia excelente para as nossas cores.

Pelos vistos a cláusula de Islam Slimani foi bem escrita e negociada. Apesar de ter um valor perfeitamente ao alcance de qualquer tubarão europeu, tendo em conta o seu valor, não deixa de defender o Sporting em vários aspectos.

Neste momento qualquer um que queira pode chegar a Alvalade com 30 Milhões de Euros e levar o jogador. Mas só até dia 30 de Junho. Ou seja, se alguém accionar a cláusula teremos o dinheiro e o tempo mais que suficientes para encontrar uma alternativa ao nosso magnifico goleador.

Depois dessa data, bem pode ser negociado à mesma, mas aí os valores pedidos poderão ser outros bem diferentes. Até porque a qualidade Islam Slimani e as suas características quase perfeitas para o Futebol Inglês podem valer 50 Milhões facilmente.

Ainda se dá eco ao discurso do presidente ontem. Mas focando pontos diferentes dos focados pela Bola. Neste caso fala-se mais de Fundos e Vouchers. Assuntos que o jornal tão afecto ao Benfica como A Bola tende a evitar que se fale muito…

O Jogo

Mais uma capa d’O Jogo, e mais uma manipulação descarada sobre o Sporting.

Bruno de Carvalho disse claramente que sem o Sporting, ou neste caso se o Sporting acabasse com as modalidades, estas teriam grande dificuldade em sobreviver.

É sabido que as modalidades que têm maior audiência são aquelas em que Sporting e Benfica competem ao mesmo tempo. E sem Sporting as audiências caem e pique.

Nada disso tem a ver com ameaçar acabar com as mesmas. especialmente num ano em que aumentará grandemente o orçamento das mesmas, e que se acabará a construção do novo pavilhão.

Correio da Manhã

Não é um jornal desportivo mas a capa é sobre futebol, e mais concretamente Jorge Jesus.

E apenas vem trazer pela voz de uma magistrada aquilo que todos nós já sabemos.

Todo este processo é uma fantochada, e com intuito único de queimar Jorge Jesus entre os adeptos do Benfica.

E que obteve o resultado esperado.

Deixar uma resposta